12 de Diciembre de 2017
Ingresar>> usuario contraseña
Registrarse
Cerrar Ventana
Projeto de apicultura ajuda na renda de famílias em Monteiro Lobato, SP
Famílias de Monteiro Lobato(SP) têm sido beneficiadas por um projeto de apicultura desenvolvido pela Universidade de Taubaté (Unitau). Chamada “Cirandas do Mel”, a iniciativa, que contribui com cerca de 30% da renda de pelo menos dez famílias da cid ...
 
 
Globo Rural 24-02-2014 - Famílias de Monteiro Lobato(SP) têm sido beneficiadas por um projeto de apicultura desenvolvido pela Universidade de Taubaté (Unitau). Chamada “Cirandas do Mel”, a iniciativa, que contribui com cerca de 30% da renda de pelo menos dez famílias da cidade, começa a se estender para formação de apicultores em outras cidades do Vale do Paraíba.

Por meio das aulas de apicultura, a família de Helena Aparecida Rosa dos Santos, de 46 anos, pôde melhorar suas técnicas e ampliar a produção do mel para venda. Ela trabalha há 18 anos com o marido na extração e produção de mel, mas foi quando o projeto começou, em 2004, que conseguiu aprimorar suas técnicas.

"Desde o começo tivemos várias aulas e conseguimos orientação para fazer compras e procurar veterinários. [O projeto] Também nos mostra como ter maior segurança com o mel", disse a participante do projeto. Para a produção, Helena utiliza uma casa com estrutura completa para extração disponibilizada para todos os participantes.

"Ganhamos todos os equipamentos e isso é ótimo, porque nunca conseguiríamos comprar. Hoje onde a gente chega o mel vende. Aqui no meio do mato nós não teríamos essa oportunidade de melhorar", afirma a apicultora que vive na na zona rural, a 17km do centro do município. Segundo a apicultora, somente no ano passado, ela e marido venderam cerca de 800 kg de mel (o quilo custa em média R$ 16).

Além dos trabalhos de Helena e do marido, a filha de 17 anos também está envolvida com o projeto, que envolve adolescentes e crianças em trabalhos relacionados a apicultura e voltados para educação. “Minha filha adora mexer com abelha, ajudamos ela também, até porque abelha é assim, igual família”, diz. Para abranger toda a família, a iniciativa também oferece aulas de artesanato para produção de itens com a temática do mel.

Projeto
A coordenação do projeto é feita pela Professora Lídia Barreto, responsável pelo Centro de Estudos Apícolas da universidade. “A ideia é sensibilizar o núcleo familiar para que pudesse andar melhor. Os jovens achavam que o fim deles seria na enxada, mas a transformação de toda a comunidade foi uma coisa incrível”, afirmou Lídia.

De acordo com a professora, atualmente, cerca de dez famílias participam do "Cirandas do Mel", tendo um impacto positivo de até 30% na renda dos participantes. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 300 mil no projeto, obtidos por meio da universidade com empresas parceiras.

“A comunidade também é importante para formação do aluno e do professor. O projeto já é replicado em outras cidades como Redenção da Serra e São Luiz do Paraitinga. Também estamos investindo na juventude rural, para que consiga transformar lideranças”, disse.

(*) Colaborou: Daniel Corrá
 

143 Noticias clasificadas
lunes 4 de junio
Noticias
 

Rosario decide hoy prohibir glifosato
Consultar en: BAE, Notife, Revista Chacra, La Capital /, La Razón, Conclusión, LT 3, La Capital /, Sin Mordaza,

El gobernador de Tucumán alerta por impuestos al azúcar
Consultar en: Jornada, Primera Fuente,
Noticias
agricultura
27
agricultura
biodiesel
2
biodiesel
forestales
5
forestales
lacteos
6
lacteos
Noticias
Entre Ríos
3
Entre Ríos
Mendoza
11
Mendoza
Santa Fe
29
Santa Fe
Salta
2
Salta
Noticias
Cuyo Noticias
1
Cuyo Noticias
Perfil
1
Perfil
LT 9
1
LT 9
Uno
2
Uno
Noticias
María Soledad González
(Los Andes)

1
Francisco Jueguen
(La Nación)

1
EZEQUIEL M. CHABAY
(El Cronista Comercial)

2
Guido Carelli Lynch
(Clarín)

1
Noticias
Ultima edición (Actualiza los lunes)
Comentario Diario Precios de Cierre